segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

A ÚLCERA E A VODKA



(Por Vinicius dos Santos)

Se prematuramente deixar de ser
abandonar a existência que clama
deixa em teu criado sua prosa
deixa em tua cama seus versos
Enseje aquilo que te faça
dentre todas as coisas, alegremente
tente não perder a graça
sobreviva, tente e tente
Se ao menor do descompasso
sentir que perde furtivamente
saiba,
do outro lado não existe nada
tão somente ,tão somente

"(Por que não viver? Não viver esse mundo. Por que não viver? Se não há outro mundo, por que não viver. Não viver esse mundo)"
------------------------------------------
Ao amigo poeta, pintor pós-expressionista, boêmio, e niilista de Nietzsche, D. el Khouri .

Nenhum comentário:

Postar um comentário