quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

FLÁVIA PEREZ


Tive a honra de ganhar da poetisa Flávia Perez  seu livro cujo título  Leoa ou Gazela, todo dia é o dia dela já predispõe algo novo. Obra está que muito me impressionou. Logo dissertarei mais sobre essa fantástica viagem poética.

Segue-se um poema desse livro:

METEORA

(Por Flávia Perez)

Calcinante,
bebo teu sêmen
ajoelhada em devoção.

Teu segredo é decifrado finalmente!
E meu presente:
a submissão.

Mas nessa hora
entro em combustão!

Ah! não te falei?
Sou meteora!
Transformei em cinzas a paixão.

Sendo assim,
te cuspo fora
volátil,
apagado de mim. 


10 comentários:

  1. Muito bom. Nestas horas fico pensando se eu deveria ter publicado. Mas, agora nem tenho mais os poemas. Certíssima esta menina, talentosa, em publicar os seus.

    ResponderExcluir
  2. Uuuuuuiiiiiiiiii!!!!!!!!!! Que poesia sensual!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Existe coisa mais excitante do que ler uma poesia dessas, ao cair da tarde?

    ResponderExcluir
  4. Eu como mulher posso dizer que me identifiquei com o título do livro. Quanto à poesia me identifiquei em partes...

    ResponderExcluir
  5. Disserte, disserte! rsrsrsrsrs
    Pô Diego! obrigada por me colocar no seu blog!
    esse poema foi um doa que mais gostei de ter escrito.
    quem quiser , pode ler mais no meu blog Volúveis.Voláteis.
    bjbjbj

    ResponderExcluir
  6. Oi Flávia, vê se segue o meu também....
    http://umdiaescrevomais.blogspot.com/

    ResponderExcluir